BEM VINDA

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Escândalos,Segredos e Surpresas

– Sou? – Dante a fitou, e seus olhos nunca haviam sido mais frios do que nesse momento. – Sou o pai de seu filho, Justina?Por um instante, ela hesitou, tentada a dizer que não. E não seria a saída mais fácil? Ele poderia voltar para Nova York e para a vida que construíra lá. E Justina nunca mais precisaria vê-lo.Nunca. Financeiramente... e, quem sabe,emocionalmente... ela poderia ser uma boa mãe solteira. Muitas mulheres eram.Mas então pensou na criança que carregava. O bebê que no momento dava chutes como se quisesse ingressar em um time de futebol. Teria o direito de negar que a criança soubesse quem era seu pai só porque ele não amava sua mãe? Não seria a coisa mais egoísta que poderia fazer... em especial porque já sabia como era doloroso e frustrante crescer sem um pai? Justina sabia que isso deixava um vazio que nada nem ninguém podia preencher. E já se sentia muito protetora em relação ao pequeno ser em seu ventre... e se era protetora,não podia ser egoísta, podia? Talvez fosse melhor para ela que Dante saísse de sua vida, mas não seria bom para o bebê.– Sim – murmurou por fim... e repetiu para que não houvesse dúvidas. – Sim,você é o pai.





Um comentário :

♥♥♥ Ofertas Amazon Kindle ♥♥♥